Miguel Ângelo Ruiz - Compositor

Foto: Miguel Ângelo RuizMiguel Ângelo Ruiz nasceu em 31 de maio de 1909 na cidade de Santos, Estado de São Paulo.

Desde jovem, revelou dotes excepcionais de sensibilidade artística e começou a se interessar por estudos de diversas crenças religiosas, de onde tirava suas conclusões em trabalhos escritos com inspiração poética que refletiam sua busca por um mundo mais humano. Porém, foi na música e para a música, erudita e popular, que seu excepcional talento de composição se revelou.

Sua obra musical inclui grande número de peças eruditas: sonatas, peças para piano e canto, música de câmara, prelúdios. Para orquestra sinfônica escreveu "Mongaguá - Impressões Sinfônicas", sua obra-prima, composta em 3 partes: “Amanhecer na Serra”, “O Vento e o Mar” e “Batuque”. O “Batuque” foi estreado pela Orquestra Sinfônica de Campinas em dezembro de 1981, sob a regência de Benito Juarez, e reapresentado em janeiro de 2020 pela Orquestra Sinfônica do 2º Festival Internacional de Música de Bauru (FIMUB), sob a regência do maestro Jean Reis.

Sua obra de música popular é vasta e nela se incluem valsas, canções, composições musicais com textos de poetas brasileiros, arranjos para coral.

A vida do maestro Miguel Ângelo Ruiz foi de uma fruição intensamente vivida, como compositor e pianista. Suas composições com temáticas belas são uma exaltação das faculdades mais nobres do espírito e viverão eternamente na memória dos que conheceram seu trabalho de criação musical.


Voo da Garça - Miguel Ângelo Ruiz

Batuque - Miguel Ângelo Ruiz



Copyright © 2020 Curadoria do Acervo de Miguel Ângelo Ruiz. Todos os direitos reservados.